Aprovação de EPI do Inmetro: como funcionam os testes de qualidade
Os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) são importantes para manter a saúde do trabalhador e evitar que ele se exponha a riscos. Por isso, é importante que ele tenha a certificação do Ministério do Trabalho e Emprego ou a aprovação de EPI do Inmetro, dependendo do caso. Dessa maneira, somente as fabricantes que se adequam […]
Os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) são importantes para manter a saúde do trabalhador e evitar que ele se exponha a riscos. Por isso, é importante que ele tenha a certificação do Ministério do Trabalho e Emprego ou a aprovação de EPI do Inmetro, dependendo do caso. Dessa maneira, somente as fabricantes que se adequam às normas são consideradas realmente seguras. Portanto, para saber quais são e como conseguir a certificação Inmetro, siga lendo!

O que são os Equipamentos de Proteção Individual

aprovação de EPI Antes de falarmos sobre a aprovação de EPI do Inmetro, destacar falar mais especificamente o que são estes equipamentos. Como você já deve saber, os Equipamentos de Proteção Individual são muito importantes para manter a segurança dos seus trabalhadores. Eles são regulamentados a partir da Norma Regulamentadora 6 (NR 6), que é quem os torna obrigatórios e fala mais detalhadamente a respeito. Dessa maneira, fica a cargo do empregador tanto disponibilizar os EPIs corretos para a função do trabalhador quanto certificar-se de que ele realmente a está utilizando. No entanto, nem tudo pode ser considerado EPI. Para que isso aconteça, todos esses equipamentos precisam passar por uma avaliação pelo Ministério do Trabalho e Emprego (TEM). Assim, conseguem o Certificado de Aprovação (CA). Alguns, ainda, precisam passar pela certificação do Inmetro, sem a qual não podem ser fabricados, importados e nem comercializados.

Requisitos para o certificado de aprovação de EPI

Bom, como você deve ter entendido acima, a aprovação de EPI do Inmetro é algo muito importante. Afinal, sem ela, torna-se ilegal a fabricação, a venda e até mesmo a importação dos equipamentos. Ainda assim, algumas precisam apenas do CA. Você sabe, porém, como conseguir essa certificação? Para isso, não há custos diretamente no Ministério do Trabalho e Emprego. No entanto, é preciso apresentar os laudos dos testes de segurança, além de passar por um processo burocrático considerável. Dessa forma, após passar por essas etapas, o EPI precisa ser aprovado, seguindo normas e testes específicos para cada categoria. Ou seja, a depender da utilização e da usabilidade daquele equipamento, há métodos e testes distintos. Ainda assim, alguns elementos sempre devem constar. Neste caso, nos referimos especificamente ao número do CA, ao lote de fabricação e ao nome comercial do fabricante ou da empresa que está importando. Ademais, o Certificado de Aprovação do MTE possui uma validade que varia em função da sua categoria. Assim, ela pode ser tanto predeterminada pelo SINMETRO quanto pode ir até cinco anos, se não tiver nos padrões do órgão.

Como saber quais EPIs precisam de aprovação do Inmetro?

aprovação de EPI Para finalizar, como saber então quais Equipamentos de Proteção Individual precisam passar pelo Inmetro? Pois bem, o próprio órgão indica alguns, como os abaixo:
  • Capacetes de segurança para uso na indústria: eles devem ser desenvolvidos como manda a NBR 8221, da ABNT. Via de regra, possuem um casco rígido, algumas funções de proteção e uma suspensão para amortecer impactos mecânicos.
  • Luvas isolantes de borracha: estas, por sua vez, devem obedecer a ABNT NBR 10622. Elas são categorizadas em 5 classes distintas, entre as quais variam tanto a espessura quanto algumas características elétricas.
  • Peça semifiltrante para partículas (PFF): estas são as máscaras, as quais devem ser produzidas sob conformidade da norma ABNT NBR 13698. Elas protegem as vias espiratórias contra partículas, vapores e aerossóis.
Agora, se você quiser consultar, basta entrar no site do Inmetro para ver quais são os produtos aprovados. Nele, você consegue consultar os fabricantes e os EPIs para se certificar de que está fornecendo corretamente aos seus trabalhadores. Por isso, se você utiliza em sua empresa algum dos produtos acima, avalie se eles têm ou não a aprovação de EPI do Inmetro. Caso a resposta seja positiva, pode continuar utilizando deste fabricante sem problemas. Quer saber mais sobre segurança do trabalho? Continue em nosso blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *