6 dicas para prevenção de acidentes e segurança do trabalho
A prevenção de acidentes é uma das principais medidas quando o assunto é segurança do trabalho. Por meio dela, a empresa mantém a saúde de seus funcionários, evitando acidentes que poderiam ser evitados. Dessa forma, o objetivo é minimizar a chance de riscos à saúde do trabalhador, reforçando cuidados. Quando há um problema, é ruim […]
A prevenção de acidentes é uma das principais medidas quando o assunto é segurança do trabalho. Por meio dela, a empresa mantém a saúde de seus funcionários, evitando acidentes que poderiam ser evitados. Dessa forma, o objetivo é minimizar a chance de riscos à saúde do trabalhador, reforçando cuidados. Quando há um problema, é ruim para todos – tanto para quem tem sua saúde afetada, quanto para a empresa que tem de arcar com custos. Então, veja agora as 6 melhores dicas para a prevenção de acidentes e segurança do trabalho!

1.      Exija o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs)

Em primeiro lugar, saiba que os Equipamentos de Proteção Individual, também conhecidos pela sigla EPI, são fundamentais para a prevenção de acidentes e para a segurança do trabalho. Neste caso, eles são regulamentados pela principalmente pela  NR 6. Por isso, saiba que todas as empresas são legalmente obrigadas a fornecer aos seus trabalhadores os EPIs que sejam necessários naquele tipo de trabalho. Por exemplo, numa obra, capacete, óculos protetor, entre outros. No entanto, não basta apenas a empresa fornecer ao trabalhador. Infelizmente, em muitos casos alguns minimizam a importância dos EPIs, o que tende a gerar problemas. Por isso, também fiscalize e os faça utilizar, cobrando de cada um.

2.      Incidentes devem ser comunicados

prevenção de acidentes Quem nunca passou por uma situação em que viu algo de estranho acontecer, mas achou que não era nada de mais? Pois bem, isto está completamente equivocado quando o assunto é prevenção de acidentes. Não cabe a uma só pessoa, ainda mais que não trabalhe diretamente com segurança do trabalho, definir o que é perigoso e o que não é. Pelo contrário, aliás, o dever deve ser comunicar ao setor responsável tudo que acontecer e for fora da normalidade. Dessa forma, as situações podem ser resolvidas mais facilmente, antes que se torne mais complicado ou que ocasione algum incidente. Dessa forma, o colaborador fica em mais segurança e deixa seus colegas mais seguros também.

3.      Exposições desnecessárias devem ser evitadas

Esta terceira dica sobre prevenção de acidentes no trabalho está de certa forma relacionada com as anteriores. Isto porque, neste caso, a sugestão é evitar exposições desnecessárias no seu ambiente. Esta dica é importante porque algo que ocorre com certa constância é a ocorrência de acidentes em função da imprudência do próprio trabalhador. Desta forma, alguns se arriscam a realizar tarefas que não deveriam, porque apresenta risco. Por isso, toda a atividade que fornece qualquer tipo de perigo, deve ter EPIs para prevenir e evitar riscos maiores. Assim, todo risco deverá ser calculado e sempre deve-se buscar remediar antecipadamente qualquer problema. Medidas simples, como o trabalhador não estar em locais os quais não possui autorização para estar, já ajudam muito. Até porque isto significa que ele não tem o treinamento qualificado para aquela tarefa.

4.      Olhe sempre para o seu colega na prevenção de acidentes

prevenção de acidentes Uma orientação que é sempre válida aos trabalhadores é a de olhar sempre para o seu colega, além de si. Dessa forma, não basta pensar “isto pode gerar algum perigo para mim?”, mas também “irá gerar algum risco ao meu colega?”. Então, companheiros de trabalho devem ser, na prática, companheiros, como indica o próprio nome. Assim, o indicado é que se orientem constantemente – por exemplo lembrando da utilização correta dos EPIs. Por consequência, a partir de práticas como esta, a empresa cria uma cultura de prevenção de acidentes. Isto é extremamente benéfico para evitar riscos.

5.      As ferramentas de trabalho devem estar em boas condições

As ferramentas de trabalho são os instrumentos que o colaborador tem para exercer as suas tarefas diariamente. No entanto, como qualquer produto, elas tendem a se desgastar com o tempo, e suas condições devem ser sempre revistas. Pense, por exemplo, em trabalhos em altura. Neste caso, se o equipamento de segurança for velho e não estiver em boas condições, pode acontecer um acidente grave a qualquer momento, podendo até ser fatal.

6.      Tenha responsabilidade ao operar máquinas

Trabalhadores que operam máquinas devem ter alguns cuidados especiais com relação à prevenção de acidentes. Isto porque elas podem gerar problemas grandes para todos que estão em volta e, igualmente, para a empresa. Em primeiro lugar, é necessário ter o treinamento adequado para operar estes maquinários. Afinal, muitas são pesadas, cortantes e possuem outras características que podem trazer riscos quando não bem utilizadas. Além disso, se o colaborador faz uso de algum medicamento, é importante observar na bula ou com o médico se isto interfere no trabalho. Sabidamente, alguns podem ser contraindicados para quem trabalhe com máquinas. E então, o que você achou destas 6 dicas para prevenção de acidentes e segurança do trabalho? Para mais informações sobre isso, siga nosso blog! E, para soluções em segurança do trabalho, entre em contato com a Veiga Gestão Ocupacional!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *