Normas da vigilância sanitária: quais são as principais?
As normas da vigilância sanitária são definidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Dessa forma, ela é quem define o que deve ser e o que não deve ser feito nas empresas, a fim de evitar multas e acidentes, por exemplo. Então, adequar-se às normas sanitárias da ANVISA serve tanto para oferecer uma maior […]
As normas da vigilância sanitária são definidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Dessa forma, ela é quem define o que deve ser e o que não deve ser feito nas empresas, a fim de evitar multas e acidentes, por exemplo. Então, adequar-se às normas sanitárias da ANVISA serve tanto para oferecer uma maior segurança do trabalho quanto para evitar problemas legais e jurídicos. Por isso, para saber quais são elas, siga lendo!

Normas da vigilância sanitária para estruturas físicas

normas da vigilância sanitária Em primeiro lugar, então, começo com as normas da vigilância sanitária relacionadas à estrutura física do estabelecimento. Para isso, ela institui algumas características que são obrigatórias. Entre elas, por exemplo, consta a necessidade de acesso direto ao estabelecimento. Além disso, o piso deve ser resistente e antiderrapante, também sendo lavável e ter declive que permita o escoamento da água. Com relação às paredes, devem ser de material liso, lavável, resistente e impermeável. Já, as portas, devem ter características similares, além das janelas que não podem permitir incidência solar direta em alimentos, por exemplo. Além disso, os vestiários e banheiros devem ser separados por sexo. Ademais, deve haver ventilação, também sem incidir diretamente sobre os alimentos.

Normas de equipamentos e maquinário

Além das normas da vigilância sanitária para a estrutura física, também temos as voltadas aos equipamentos e maquinários em geral. Por isso, selecionei também algumas das principais regras que falam sobre isto. Saiba, então, que os equipamentos devem estar em boas condições. Com relação aos de congelamento e refrigeração, deve haver controle das temperaturas e das datas tanto de limpeza quanto de degelo. Ademais, em locais com fogões, deve haver sistema de exaustão. Já, os utensílios que mexem com comida devem ser lisos, com material não contaminante e fáceis de desinfectar e de limpar.

Normas da vigilância sanitária para alimentos

normas da vigilância sanitária Em seguida, é importante ressaltar também as principais normas da vigilância sanitária com relação aos alimentos. Dessa maneira, elas dizem respeito sobretudo aos insumos que podem ser utilizados. Primeiramente, saiba que o armazenamento deve ser feito de acordo com indicações do fornecedor, como o respeito à data de vencimento dos produtos. Além disso, quando se adquirem produtos de origem animal, saiba que eles devem ter sido inspecionados e há obrigatoriedade de licença sanitária do fornecedor. Quando se abre uma embalagem e o alimento não é imediatamente utilizado, ele deve ser armazenado em outra embalagem adequada. Também neste caso, sempre seguindo as orientações dos fabricantes. Assim, saiba também que os alimentos que forem descongelados sob refrigeração devem ser feitos em temperatura inferior a 5ºC ou então em micro-ondas, se forem cozidos na mesma hora. Por fim, os alimentos que estejam em serviços como os de buffet devem ser protegidos. Assim, você evita que e eles sejam contaminados por micro-organismos (vírus, bactérias, fungos) pelos próprios clientes.

Normas dos manipuladores

Um outro caso das normas da vigilância sanitária diz respeito aos manipuladores. Ou seja, os funcionários que irão manipular os produtos, especialmente no caso de alimentos. Assim, é mais uma forma de evitar contaminações tanto aos clientes quanto aos outros colaboradores. Por isso, o próprio funcionário deve prezar por uma boa higiene. Então, aspectos como unhas cortadas, sem esmalte, cabelos presos e sem barbas e bigode é primordial. Além disso, o uso de uniformes também é importante. Neste caso, é claro, eles devem estar sempre conservados e limpos, e devem ser vestidos apenas quando o colaborador estiver na área de produção. Outras indicações básicas são lavar as mãos antes de utilizar os alimentos, não tossir ou espirrar, não fumar, não exercer sua atividade doente, entre outras. Mais uma vez, isto serve para evitar contaminações. Estas são, enfim, as normas da vigilância sanitária mais importantes para o seu estabelecimento. Para saber mais sobre isso e sobre gestão ocupacional, clique aqui e entre em contato conosco!

One thought on “Normas da vigilância sanitária: quais são as principais?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *